Última hora

Última hora

Homem armado que atacou a sede da polícia de Dallas está morto

O ataque aconteceu na manhã deste sábado. O suspeito circulava numa carrinha negra blindada, estaria armado com uma espingarda e explosivos e terá alegado perseguição policial, inclusive para lhe tira

Em leitura:

Homem armado que atacou a sede da polícia de Dallas está morto

Tamanho do texto Aa Aa

Está morto o homem que este sábado de manhã atacou a sede da polícia de Dallas, no sul interior dos Estados Unidos. As forças de segurança envolveram-se num intenso fogo cruzado com o homem, que acabaria morto alegadamente por francoatiradores da polícia. A identificação do atacante ficou pendente da autópsia e do exame a realizar de antropologia forense.

Point of view

O suspeito disse aos nossos negociadores que lhe tirámos o filho e que o acusámos de ser um terrorista. Disse ainda que nos ia fazer explodir



A investigação do caso continua, mas os primeiros indícios apontam para que o ataque tenha sido obra de um “lobo solitário” sem qualquer ligação a grupos terroristas.

Após uma primeira troca de tiros junta às instalações da polícia, a carrinha pôs-se em fuga. Foi perseguida e encurralada no estacionamento de um restaurante de comida rápida 16 quilómetros a sul de Dallas.


Os agentes ainda chegaram à fala com o homem. Sem sucesso. “O suspeito disse aos nossos negociadores que lhe tirámos o filho e que o acusámos de ser um terrorista. Disse ainda que nos ia fazer explodir”, revelou David Brown, o chefe da polícia de Dallas.

A polícia procedeu a uma explosão controlada no veículo do atacante. A carrinha pegou fogo e ouviram-se tiros no interior. Depois, então, surgiu a confirmação da morte do suspeito. Não há registo de que qualquer polícia tenha ficado sequer ferido neste incidente.