Última hora

Em leitura:

Grécia em incumprimento com o FMI e sem soluções à vista


Grécia

Grécia em incumprimento com o FMI e sem soluções à vista

A Grécia entrou, oficialmente, em incumprimento à meia-noite.

A poucos dias do referendo sobre a aceitação, ou não, das propostas dos parceiros europeus continua a corrida aos levantamentos nos bancos.

Aconteceu o que muitos temiam e o país chegou ao fim do prazo sem chegar a acordo com a Comissão Europeia, o Eurogrupo e o FMI. Chega ao fim o atual plano de ajuda e Atenas fica sem pagar os 1,6 mil milhões de euros que deveria ter pago ao FMI até à meia-noite de ontem.

O governo de Atenas pediu um novo plano de ajuda e apresentou um conjunto de novas propostas, que chegou demasiado tarde para mudar alguma coisa.

[YOU] Alexis Tsipras tomou a decisão correta ao dar ao povo grego a última palavra sobre o que fazer com a proposta dos credores internacionais, que vai a referendo no dia 5 de julho?❏ SIM❏ NÃO❏ NÃO SEI

Posted by euronews on Tuesday, 30 June 2015

Se entretanto se alcançar o acordo há muito procurado, o referendo de domingo pode ficar sem efeito. Se os gregos rejeitarem, nas urnas, as propostas, isso pode conduzir à saída da Grécia do Euro.

“A Grécia torna-se no primeiro país do mundo desenvolvido a não cumprir as obrigações para com o Fundo Monetário Internacional, o que causa preocupações e frustrações na Europa e em Washington. Muito em breve, os efeitos deste desenvolvimento vão ser visíveis na Grécia e em todo o mundo”, informa Akis Tatsis, correspondente da euronews em Atenas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Rei de Espanha diz que relações com o México "não têm limites"