Última hora

Última hora

Reino Unido: Greve do metro prejudica milhares de londrinos

Quinta-feira de nervos para milhares de londrinos, que enfrentaram a greve do metro e lutaram um lugar em autocarros ou táxis. Foi um dia de

Em leitura:

Reino Unido: Greve do metro prejudica milhares de londrinos

Tamanho do texto Aa Aa

Quinta-feira de nervos para milhares de londrinos, que enfrentaram a greve do metro e lutaram um lugar em autocarros ou táxis.

Foi um dia de paralisação dos maquinistas, descontentes com salários e os planos da administração para um serviço de 24 horas nos fins de semana, nalgumas linhas daquele que é o mais velho metropolitano do mundo.

“Nós somos uma população de 8,6 milhões e acho que é muito egoísta da parte deles fazerem greve sem terem consideração com as pessoas que vão sofrer com isso”, afirma um jovem.

“Não me afeta muito, significa apenas que os autocarros estão um pouco cheios, mas eu concordo com esta greve. Não é sobre dinheiro, quero dizer, é sobre os horários operacionais. Estão a dizer-lhes que eles vão trabalhar às duas da manhã. Por isso, por uma vez, eu concordo com a greve do metro. Eles já o deviam ter automatizado há muito tempo”, diz um rapaz.

A administração do metro afirmou ter contratado maquinistas e ter oferecido um salário justo.

Tanto a london underground como a câmara de Londres acusam os sindicatos de não quererem chegar a acordo.