Última hora

Última hora

FIFA: Valcke suspenso por alegada corrupção

O braço direito de Sepp Blatter está envolvido num caso de especulação de bilhetes.

Em leitura:

FIFA: Valcke suspenso por alegada corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Os escândalos na FIFA começam a atingir a cúpula. O secretário-geral da instituição, Jerôme Valcke, foi suspenso depois de uma investigação das autoridades suíças à venda de bilhetes para o último mundial, por parte de uma empresa que os vendia bastante acima do preço oficial.

Point of view

Numa reunião, confirmou-me que iria escolher 12 jogos atrativos para nós. Em troca, fizemos um acordo com ele, em como ele ficaria com 50% do produto da venda de bilhetes.

Valcke terá recebido luvas pelo negócio, segundo o diretor da empresa em causa, JB Sports Marketing, Heinz Schild: “Numa reunião, confirmou-me que iria escolher 12 jogos atrativos para nós. Em troca, fizemos um acordo com ele, em como ele ficaria com 50% do produto da venda de bilhetes.”, diz Schild.

Valcke alega que nunca recebeu dinheiro e que terminou o contrato mal percebeu que a JB Sports estava a vender os bilhetes a preços especulativos.

“Os bilhetes não foram disponibilizados, porque houve um problema interno na FIFA relativamente à atribuição de bilhetes, que terão sido, presumivelmente, entregues a outro fornecedor exclusivo, Match Hospitality. Por isso, nunca ficámos com esses bilhetes e o acordo acabou por fracassar”, explica Schild.

Estas acusações vêm juntar-se a outras, que segundo o diário britânico Daily Telegraph estão também a ser investigadas, de acordo com as quais Valcke teria recebido um suborno de 10 milhões de dólares pela organização do Mundial de 2010 na África do Sul.