Última hora

Última hora

Turquia: Erdogan celebra dia da República com imprensa "amordaçada"

A Turquia celebrou, esta quinta-feira, o Dia da República, três dias antes de umas legislativas decisivas para a continuidade no poder do partido do

Em leitura:

Turquia: Erdogan celebra dia da República com imprensa "amordaçada"

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia celebrou, esta quinta-feira, o Dia da República, três dias antes de umas legislativas decisivas para a continuidade no poder do partido do presidente Recep Tayyp Erdogan.

Com mais dois jornais da oposição encerrados hoje pela justiça, depois de duas televisões críticas, na quarta-feira, o AKP espera poder inverter o resultado eleitoral que não garantiu uma maioria ao partido nas eleições de junho.

As últimas três sondagens eleitorais, não parecem esclarecer as dúvidas com resultados entre 43% e 47% para a formação conservadora.

Para o analista Ozgur Unluhisarcikli, diretor do German Marshall Fund de Ancara, “ estas eleições são muito importantes, pois podem confirmar o resultado do sufrágio de Junho, pondo fim a 13 anos de maioria do AKP, o que colocaria a Turquia num novo rumo. Ou podem desfazer a tendência de voto das últimas eleições e abrir uma nova página na maioria do AKP”.

Continua assim em aberto um cenário em que a oposição do Partido Republicano do Povo de Kemal Kılıçdaroğlu será decisiva para a formação de um novo governo, quando obtém entre 25 e 27% das intenções de voto.

Os conservadores esperam ainda poder inverter o resultado, no domingo, graças aos setores nacionalistas, com o atentado de Ancara e as operações militares na Síria a dominarem mais a atenção do eleitorado do que a degradação da economia do país.