Última hora

Última hora

Trump acusado de incitação ao ódio racial

As declarações de Donald Trump caíram como uma bomba no seio da comunidade muçulmana dos Estados Unidos. O diretor-executivo do Conselho para as

Em leitura:

Trump acusado de incitação ao ódio racial

Tamanho do texto Aa Aa

As declarações de Donald Trump caíram como uma bomba no seio da comunidade muçulmana dos Estados Unidos. O diretor-executivo do Conselho para as Relações Islâmico-Americanas, um grupo de pressão com sede em Washington, reagiu energicamente:

Point of view

Donald Trump soa como um chefe de um bando de justiceiros

“Isto é chocante vindo da parte de alguém que pretende assumir o posto mais elevado na hierarquia da nação. É imprudente e simplesmente antiamericano. Donald Trump soa mais como um chefe de um bando de justiceiros do que de uma grande nação como a nossa. Ele, e outros como ele, estão a fazer o jogo do autoproclamado Estado Islâmico.”

Nihad Awad vai mais longe e acusa o bilionário e outro adversário na corrida à nomeação republicana de incitação ao crime racial.

“Não se trata apenas de palavras. Trump e Carson, ao generalizaram a islamofobia durante a campanha, estão a incitar à discriminação e aos ataques raciais contra os muçulmanos e as mesquitas. Esta retórica inflamada está a colocar em perigo as vidas de milhões de americanos muçulmanos e as dos seus filhos.”

De acordo com a organização, o número de incidentes cresceu nas últimas semanas e a procuradora-geral, Loretta Lynch, referiu há dias recear mais os ataques contra a comunidade islâmica do que os atentados terroristas.