Última hora

Última hora

Promessas olímpicas: China garante "céu azul" nos Jogos de Inverno de 2022

A China volta a fazer granded promessas ambientalistas olímpicas olimpíadas, desta vez para os Jogos de Inverno de 2022 que vão decorrer em Pequim. À

Em leitura:

Promessas olímpicas: China garante "céu azul" nos Jogos de Inverno de 2022

Tamanho do texto Aa Aa

A China volta a fazer granded promessas ambientalistas olímpicas olimpíadas, desta vez para os Jogos de Inverno de 2022 que vão decorrer em Pequim. À semelhança do que aconteceu em 2008, as autoridades chinesas prometem “limpar os céus da cidade”. Ou seja, melhorar os níveis da qualidade de ar para o evento.

O vice-primeiro-ministro chinês, Zhang Gaoli garante que “vamos usar a nossa determinação, vigor e empenho para limpar a poluição do ar em Zhangjiakou, na região de Pequim-Hebei-Tianjin, tal como no delta do rio Yangtze e no Delta do Rio das Pérolas. Vamos tomar ações concretas para baixar o nível de poluição do ar para voltar a ganhar a confiança das pessoas”.

Recorde-se que no passado domingo, a China foi um dos países que assinou o acordo da cimeira do clima de Paris para a redução das emissões de gases.

Nas Olimpíadas de 2008, as autoridades de Pequim conseguiram cumprir os objetivos de melhoria da qualidade do ar no limite. A capital chinesa registou um total de 245 dias com céu azul apenasa dois dias do final de 2007.

Nessa altura, as autoridades ambientas multaram 7467 locais com trabalhos de construção pela falta de controlo do pó, num total de dez milhões de renminbi (cerca de 930 mil euros).