Última hora

Última hora

Espanha: Rei apela ao diálogo político e defende unidade territorial

Na tradicional mensagem de Natal, o Rei de Espanha apelou ao diálogo entre as forças que compõem o novo cenário político e abordou a questão da independência da Catalunha, recorrendo à história e sem

Em leitura:

Espanha: Rei apela ao diálogo político e defende unidade territorial

Tamanho do texto Aa Aa

Na tradicional mensagem de Natal, o Rei de Espanha apelou ao diálogo entre as forças que compõem o novo cenário político e abordou a questão da independência da Catalunha, recorrendo à história e sem mencionar especificamente a região:

“Não devemos esquecer que a rotura da lei, a imposição de uma ideia ou do projeto de alguns sobre a vontade do resto dos espanhóis só conduziu, ao longo da nossa história, à decadência, ao empobrecimento e ao isolamento”, disse Felipe VI.

Durante o discurso, o monarca defendeu várias vezes a unidade de Espanha e pediu diálogo político para a formação do novo governo:

“Espanha inicia uma nova legislatura que requer todos os esforços, energia e vontade das instituições democráticas para assegurar e consolidar o que foi alcançado ao longo das últimas décadas e adequar a realidade política à sociedade espanhola atual”.

A segunda mensagem de Natal do reinado de Felipe VI ocorreu quatro dias depois das legislativas que criaram um parlamento fragmentado, agora com quatro principais forças políticas. O PP de Mariano Rajoy venceu o sufrágio, mas sem uma maioria suficiente para poder governar sozinho. A chegada de ‘Podemos’ e ‘Ciudadanos’ acabou com o tradicional bipartidarismo em Espanha, o país que ainda tem a segunda maior taxa de desemprego da União Europeia, a seguir à Grécia
.