This content is not available in your region

Afeganistão: um morto e pelo menos 31 feridos em atentado suicida

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Afeganistão: um morto e pelo menos 31 feridos em atentado suicida

<p>Um atentado suicida na capital do Afeganistão, matou esta manhã uma pessoa e feriu pelo menos 31. </p> <p>Um automóvel armadilhado explodiu perto do aeroporto de Cabul.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="fr"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/retweet?src=hash">#retweet</a>: <span class="caps">AJE</span>nglish: RT <span class="caps">AJEN</span>ews: Updated story: Deadly blast at Kabul airport as Taliban attacks surge. … <a href="https://t.co/XZlnUGISDL">pic.twitter.com/XZlnUGISDL</a></p>— azharhamid (@cura_alsaban) <a href="https://twitter.com/cura_alsaban/status/681371576336560128">28 Décembre 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O atentado, reivindicado pelos talibãs, visava provavelmente uma comitiva de veículos da <span class="caps">NATO</span>. </p> <p>O porta-voz da polícia de Cabul, Abdul Basir Moudjahid, informou que a explosão matou um civil. Segundo o ministério da Saúde do Afeganistão, citado pela cadeia de televisão afegã <a href="http://www.tolonews.com/en/afghanistan/23024-1-dead-31-wounded-in-kabul-blast"><span class="caps">TOLO</span> News</a>, 31 pessoas ficaram feridas no ataque.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="fr"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/KabulBlast?src=hash">#KabulBlast</a> – Ministry of Public Health say 31 people were injured in early morning suicide bombing. All were civilians</p>— <span class="caps">TOLO</span>news (@TOLOnews) <a href="https://twitter.com/TOLOnews/status/681369540547227648">28 Décembre 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>No hospital de Cabul, um dos feridos, Jan Maiwand, diz ter visto um adolescente morto no chão, depois da explosão:</p> <p>“Estava à porta da minha loja quando de repente houve uma enorme explosão. Ficou tudo negro em redor e fui atingido com pedaços de metal. Eu estava a cerca de três metros da explosão. Vi um adolescente morto no chão. Foi terrível.”</p> <p>Este atentado acontece na véspera da visita a Cabul de Raheel Sharif, o chefe de estado maior do exército do Paquistão, país que é visto como apoiante dos talibãs. </p> <p>A visita prepara uma reunião em janeiro entre o general Sharif, o presidente afegão Ashraf Ghani e representantes da China e dos Estados Unidos, com o objetivo de relançar as negociações de paz com os talibãs, suspensas há vários meses. </p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="fr"><p lang="fr" dir="ltr">Attentat à la voiture piégée près de l'aéroport de Kaboul ce lundi matin (Afghanistan). <a href="https://t.co/Zuv4S2czc9">pic.twitter.com/Zuv4S2czc9</a></p>— Visactu (@visactu) <a href="https://twitter.com/visactu/status/681353646357917696">28 Décembre 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A <span class="caps">NATO</span> mantém no Afeganistão 13 mil soldados, numa missão de formação (Resolute Support). Estas forças internacionais são o alvo preferido dos talibãs desde a queda do regime em 2001.</p> <p>Há uma semana, seis soldados americanos foram mortos num atentado suicida perto da base de Bagram, a norte de Cabul.</p>