Última hora

Última hora

Petróleo em queda faz Arábia Saudita aplicar "austeridade"

A queda no preço do petróleo, praticamente a única fonte de rendimento da economia saudita, está a obrigar o país a apertar o cinto.

Em leitura:

Petróleo em queda faz Arábia Saudita aplicar "austeridade"

Tamanho do texto Aa Aa

A notícia podia parecer descabida há alguns meses, mas é verdade: A austeridade chegou à Arábia Saudita. Não é, claro, a mesma austeridade que está a penalizar vários países da Europa, incluindo Portugal, mas uma redução das despesas do Estado e uma carga fiscal maior, comparando com a que existe até agora, quase inexistente.

A culpa é da descida nos preços do petróleo, grande suporte da economia saudita. O país está a ter dificuldade em diversificar as fontes de rendimentos, a economia continua a depender quase exclusivamente do ouro negro e a descida nos preços do barril está a fazer-se sentir.

A primeira medida foi a subida no preço dos combustíveis – o que pode parecer um paradoxo, tendo em conta o preço baixo da matéria-prima. No entanto, é uma forma de o Estado, maior exportador mundial, compensar as perdas sofridas nas vendas para o exterior.

A administração do Rei Salman prevê também um abrandamento do ritmo de crescimento dos salários, num país onde a esmagadora maioria da população ativa trabalha para o Estado.