This content is not available in your region

Terramoto na Índia: Centenas de feridos e balanço de mortos incerto

Access to the comments Comentários
De  Dulce Dias  com Times of India, Reuters, EFE, AFP
Terramoto na Índia: Centenas de feridos e balanço de mortos incerto

<p>Um sismo de magnitude 6,7 atingiu, esta madrugada, a região nordeste da Índia. O epicentro situou-se perto de Imphal, a capital do Estado de Manipur.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="fr"><p lang="en" dir="ltr">Earthquake and aftershocks hit north-east India, several casualties reported <a href="https://t.co/rQXlJM4jBt">https://t.co/rQXlJM4jBt</a> <a href="https://t.co/r7J1mAmvnr">pic.twitter.com/r7J1mAmvnr</a></p>— TheNewsMinute (@thenewsminute) <a href="https://twitter.com/thenewsminute/status/683896443304677376">4 Janvier 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O abalo provocou centenas de feridos e um número de mortos ainda por determinar, já que muitas pessoas se encontram sob os escombros. O sismo ocorreu por volta das 4 e meia da manhã, hora local – 20h30, em Lisboa.</p> <p>E nem todos conseguiram sair de casa. Babu Lal, um residente, congratula-se: “Aqui [no bairro], toda a gente conseguiu sair para as ruas. Toda a gente que vivia em prédios de dois ou três andares está aqui fora e estamos todos assustados.”</p> <p>O pânico levou a que a população tentasse fugir, num movimento descontrolado que provocou ferimentos em várias pessoas que, tiveram, também, de ser tratadas nos hospitais.</p> <p>Tutul Longdeb, um paramédico, voluntariou-se imediatamente: “Eu estava em casa quando a terra tremeu. Vim logo para aqui [para o hospital], para ajudar a tratar os feridos”.</p> <p>Segundo um porta-voz das Força de Resposta de Desastres Nacionais, vários aviões com equipas de busca e salvamento foram enviados para Imphal, para resgatar as vítimas que se encontram soterradas.</p> <p>O sismo foi igualmente sentido no Bangladeche, onde se registam também vítimas mortais.</p>