Última hora

Última hora

A paixão pelos carros de séries televisivas e de filmes

Em leitura:

A paixão pelos carros de séries televisivas e de filmes

Tamanho do texto Aa Aa

O austríaco Martin Hahn é um grande fã de carros de séries televisivas e de filmes. Uma paixão que aplica na construção de réplicas de modelos

O austríaco Martin Hahn é um grande fã de carros de séries televisivas e de filmes. Uma paixão que aplica na construção de réplicas de modelos famosos.

Pelas estradas da região de Waldviertel é possível cruzar o carro de alta tecnologia que na série “O Justiceiro”, nos anos oitenta, ajudava o personagem Michael Knight (David Hasselhoff) a combater o crime.

“É um Pontiac Trans-AM reconstruído como o carro da série “O justiceiro”. É o K.I.T.T.”, explica Martin Hahn. Em relação ao interior, acrescenta: “O tacómetro mostra quanta energia produz o gerador elétrico, a pressão do óleo e a temperatura da água. Também existe o turbo. Infelizmente não funciona. O botão de ejeção também existe, mas tudo pode ser adaptado. Ainda tenho algum tempo até à reforma”.

A coleção conta ainda com a carrinha da série “A Team” ou modelo De Loreans, do filme “Regresso ao futuro”, com Michael J. Fox.

Martin Hahn explica: “Construímos a carrinha da ‘A Team’. Eu e um amigo construímo-la em 2010. Demorámos quatro meses. E conseguimos o De Loreans junto de um colecionador de Los Angeles”.

No filme, o De Lorean DMC-12 é uma sofisticada máquina de viajar no tempo. Martin Hahn fez tudo para que a réplica se assemelhasse ao modelo do filme de ficção científica dos anos oitenta. Atualmente, trabalha numa réplica do Bat-Mobil do filme de Tim Burton de 1989. Tal como os outros, o carro vai conter peças originais.

A estrutura foi conseguida junto de um fã de Batman no Ohio, nos Estados Unidos. “O painel de controlo e os instrumentos são do cockpit original do estúdio. São únicos no mundo. Em junho, viajei até Beverly Hills e comprei-os a um colecionador”, afirma Martin.

Para o carro de Batman, Martin Hahn espera a autorização para o conduzir nas estradas da região. E não será fácil, perante os requisitos em termos de emissões poluentes.