Última hora

Última hora

Turquia elimina 200 alegados membros do autoproclamado Estado Islâmico

A Turquia revelou que nas últimas 48 horas eliminou 200 alegados membros do Estado Islâmico, ao longo da fronteira com o Iraque e com a Síria.

Em leitura:

Turquia elimina 200 alegados membros do autoproclamado Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia revelou que nas últimas 48 horas eliminou 200 alegados membros do Estado Islâmico, ao longo da fronteira com o Iraque e com a Síria. A informação foi avançada pelo próprio primeiro-ministro Ahmet Davutoglu esta quinta-feira. O líder turco explicou ainda que o exército do país atacou 500 posições da organização extremista. Davutoglu garantiu, em declarações feitas em Ancara, que a Turquia “vai continuar a lutar contra qualquer tipo de terror”,

Estas ações são uma retaliação ao atentado suicida que ocorreu na terça-feira numa zona turística de Istambul, provocando a morte de 10 turistas, todos alemães, e ferimentos em 15 outras pessoas.

O autor do ataque foi identificado: um sírio de 28 anos, identificado pelas impressões digitais, mas que não constava de nenhuma lista de suspeitos de terrorismo das autoridades. Entrou na Turquia como refugiado proveniente da Síria. As autoridades turcas anunciaram também a detenção de sete pessoas suspeitas de terem ligações com o bombista que acreditam estar ligado ao autoproclamado Estado Islâmico (EI).

Recorde-se que os atentados ocorrem numa altura em que a Turquia está em estado de alerta na sequência do atentado mais mortífero registado no país e atribuído ao EI, que causou 103 mortos em Outubro diante da estação central de Ancara.