This content is not available in your region

Espanha consegue a maior queda no desemprego da história

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Espanha consegue a maior queda no desemprego da história

<p>O número de desempregados em Espanha baixou em 678.200 pessoas em 2015. Foi a maior descida anual na história espanhola, com o país a registar atualmente 4.779.500 pessoas sem posto de trabalho — número inédito desde finais de 2010.</p> <p>De acordo com o Inquérito sobre População Ativa, publicado esta quinta-feira (28 de janeiro) pelo Instituto Nacional de Estatística espanhol, a taxa de desemprego caiu quase 3 por cento no decorrer do ano passado, até situar-se nos 20,9 por cento da população ativa. É a primeira vez que os desempregados espanhóis baixam dos 21 por cento nos últimos quatro anos.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt" align="center"><p lang="es" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/EPA?src=hash">#EPA</a> 4T2015 La tasa de paro es del 20,90%; 0,29 puntos menos que en el trimestre anterior. En el último año ha bajado 2,81 puntos <a href="https://twitter.com/hashtag/INE?src=hash">#INE</a></p>— <span class="caps">INE</span> España (@es_INE) <a href="https://twitter.com/es_INE/status/692618707365937152">28 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Nos últimos 12 meses, o emprego cresceu em 525.100 pessoas, para 18.094.200 trabalhadores, o que representa o maior crescimento desde 2006.</p> <p>Partindo 2015 em quatro, o desemprego registou menos 71.300 pessoas no último trimestre do ano passado, enquanto o emprego aumentou em 45.500 empregados.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt" align="center"><p lang="es" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/EPA?src=hash">#EPA</a> 4T2015 El empleo ha crecido en 525.100 personas en los 12 últimos meses. La variación anual es 2,99% <a href="https://twitter.com/hashtag/INE?src=hash">#INE</a> <a href="https://t.co/3O4S3yzVBN">pic.twitter.com/3O4S3yzVBN</a></p>— <span class="caps">INE</span> España (@es_INE) <a href="https://twitter.com/es_INE/status/692618315450183681">28 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Durante o ano passado, o desemprego diminuiu em todos os sectores, a começar pelos serviços (53.400 menos desempregados), agricultura (48,8 mil), da indústria (37.700) e construção (21.300), embora a principal queda do desemprego tenha ocorrido entre aqueles que perderam os seus empregos há mais de um ano (425.400), seguido por aqueles que procuram a sua primeira oportunidade de trabalho (91.700).</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt" align="center"><p lang="es" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/EPA?src=hash">#EPA</a> 4T2015 En los 12 últimos meses el paro ha disminuido en 678.200 personas (variación -12,43%) <a href="https://twitter.com/hashtag/INE?src=hash">#INE</a> <a href="https://t.co/39kDjQJq3r">pic.twitter.com/39kDjQJq3r</a></p>— <span class="caps">INE</span> España (@es_INE) <a href="https://twitter.com/es_INE/status/692618665133477888">28 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <b>fonte: <span class="caps">LUSA</span></b>