Última hora

Última hora

Concursos públicos europeus procuram serviços inovadores

Os contratos públicos e as oportunidades que estes podem trazer, sobretudo para as PME inovadoras. A Austrian Mint é o organismo responsável pela

Em leitura:

Concursos públicos europeus procuram serviços inovadores

Tamanho do texto Aa Aa

Os contratos públicos e as oportunidades que estes podem trazer, sobretudo para as PME inovadoras.

A Austrian Mint é o organismo responsável pela cunhagem de moedas na Áustria. Produz 420 milhões de unidades por ano, entre euros e peças para colecionadores. O fabrico requer anualmente cerca de 4 milhões de litros de água. Mas agora foi instalada uma máquina, criada por uma PME, que permite reciclar a quase totalidade dessa água.

A diretora dessa PME, Sonja Schell, explica que “a máquina limpa as águas residuais, o que as torna reutilizáveis. Não são necessários produtos químicos.”

A empresa de Sonja apresentou a proposta do projeto num concurso lançado pela Agência Austríaca de Contratos Públicos. Manfred Matzinger-Leopold, diretor executivo da Austrian Mint, justifica a opção: “Escolhemos este sistema porque nos dava a melhor relação entre a qualidade da água e o preço. Outro ponto forte é o facto de ser um sistema fácil de instalar e com uma manutenção simples.”

Os contratos públicos

  • Os contratos públicos representam quase 20% do PIB da UE. Mas é cada vez mais evidente o mercado potencial que representam para produtos e serviços inovadores, sobretudo no que toca às PME.
  • A PPI é uma plataforma online que ajuda a descobrir os processos de concursos públicos em decurso na UE orientados para a inovação. Esta iniciativa criou um prémio que distingue exemplos bem sucedidos de adjudicação de projetos a ideias originais.

Ligações úteis

Sonja colaborou de perto com a Unidade de Investigação e Desenvolvimento da Austrian Mint. Todo este projeto abriu portas à sua PME, uma empresa familiar com duas dezenas de empregados, que trabalha também com fabricantes de moedas na Rússia, na Polónia, na Bélgica e no Egito.

A Comissão Europeia criou ferramentas, como a chamada PPI, para incentivar a adjudicação de contratos a serviços inovadores. O concurso da Austrian Mint foi mesmo distinguido com um prémio. Andreas Nemec, da Agência Federal de Contratos Públicos, afirma que “a Europa está a trabalhar no sentido de facilitar os procedimentos nos concursos que privilegiam a inovação. [As PME devem] contactar as autoridades públicas envolvidas e promover as suas ideias.”