Última hora

Em leitura:

Barclays: Lucros em queda e venda do Barclays Africa


empresas

Barclays: Lucros em queda e venda do Barclays Africa

As ações Barclays afundaram na bolsa com a apresentação dos resultados e do plano estratégico.

Em 2015, o lucro bruto do banco britânico recuou face ao ano anterior e totalizou 5,403 mil milhões de libras, o equivalente a 6,915 mil milhões de euros.

O Barclays, que já anunciou a supressão de 1200 empregos e o congelamento de salários e contratações, avança com a venda de ativos. Vai vender 62% do capital do Barclays Africa, presente em 12 países do continente.

O Barclays Africa é acionista maioritário, ou em alguns casos único, nas operações na África do Sul, Botsuana, Gana, Namíbia, Maurícias, Seicheles, Uganda, Tanzânia, Quénia e Moçambique.

O Barclays Moçambique é detido na quase totalidade pelo Barclays Africa. Possui 900 trabalhadores, 43 agências, 92 postos ATM e mais de 400 mil clientes em todo o país.

A diretora-executiva do Barclays Africa, Maria Ramos, assegurou: “Os nossos clientes podem ter a garantia de que podem continuar a ter o mesmo tipo de relações comerciais connosco hoje, da mesma forma que têm vindo a fazer até aqui”.

O banco britânico vai também reduzir o dividendo aos acionistas, para aumentar os rácios de capital.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

empresas

A fatura dos Óscares