Última hora

Última hora

340 dias no espaço e um regresso à Terra como quem pousa em Marte

O regresso à Terra, como quem pousa em Marte, após 340 dias no espaço. Os três ocupantes da Estação Espacial Internacional aterrraram esta madrugada

Em leitura:

340 dias no espaço e um regresso à Terra como quem pousa em Marte

Tamanho do texto Aa Aa

O regresso à Terra, como quem pousa em Marte, após 340 dias no espaço.

Os três ocupantes da Estação Espacial Internacional aterrraram esta madrugada na estepe do Casaquistão.

Pela primeira vez, os dois cosmonautas russos e um astronauta norte-americano tiveram que sair pelo seu próprio pé da cápsula Soyuz.

Uma forma de testar uma possível chegada a Marte sem assistência. O mediático astronauta Scott Kelly termina uma das mais longas missões no espaço, de 340 dias, destinada a testar os efeitos da gravidade sobre o corpo humano.

Um recorde distante, no entanto, do russo Valeri Poliakov, com 437 dias no espaço, na estação Mir, nos anos 90.

Kelly deverá prosseguir a missão em terra, como vários exames médicos, a ele e ao seu irmão gémeo, a título comparativo.

A Estação Espacial Internacional alberga desde Dezembro uma nova tripulação: um cosmonauta russo e dois astronautas, um norte-americano e o primeiro britânico em missão na plataforma.