Última hora

Última hora

Alemanha: Regulador da concorrência investiga suspeitas de abuso pelo Facebook

O Facebook está a ser alvo de uma investigação na Alemanha por alegada utilização abusiva de dados pessoais dos utilizadores desta rede social. De

Em leitura:

Alemanha: Regulador da concorrência investiga suspeitas de abuso pelo Facebook

Tamanho do texto Aa Aa

O Facebook está a ser alvo de uma investigação na Alemanha por alegada utilização abusiva de dados pessoais dos utilizadores desta rede social. De acordo com o comunicado publicado pelo “Bunderkartellamt”, o regulador germânico para a concorrência, o alvo serão as subsidiárias irlandesa e alemã da empresa norte-americana.

Depois de inquéritos similares já efetuados à Google e à Microsoft em território europeu, o regulador germânico para a concorrência revelou estar a trabalhar em contato próximo com a Comissão Europeia assim como o gabinete responsável pela proteção de dados pessoais, associações de defesa dos consumidores e as autoridades homólogas de outros parceiros europeus nesta investigação.

O presidente do regulador germânico para a concorrência explicou que “os utilizadores estão a fornecer a informação que o Facebook depois utiliza para promover propostas financeiras”. “Partindo de uma suspeita de abuso de poder no mercado, estamos agora a investigar se os utilizadores que fornecem os dados ao Facebook estão devidamente informados da forma como essa informação é utilizada, para quê e com que fim”, disse Andreas Mundt.

A empresa de Mark Zukerberg, por seu turno, garante estar a cumprir a lei e colocou-se à disposição para esclarecer as dúvidas do regulador germânico. O próprio Zukerberg esteve há dias em Berlim e terá sido informado do inquérito em curso.

Este caso acontece numa altura em que o Facebook enfrenta inquéritos similares noutros países europeus como a França e a Bélgica.