Última hora

Última hora

Migrantes contornam fronteiras encerradas da Macedónia

A Macedónia encerra as fronteiras… os migrantes contornam e entram no país a caminho do centro da Europa por um pequeno rio, fronteira natural com a

Em leitura:

Migrantes contornam fronteiras encerradas da Macedónia

Tamanho do texto Aa Aa

A Macedónia encerra as fronteiras… os migrantes contornam e entram no país a caminho do centro da Europa por um pequeno rio, fronteira natural com a Grécia.

Cerca de duas mil pessoas conseguiram entrar na Macedónia, mas as autoridades de Skopje estão ao corrente e anunciaram que vão fazer regressar as pessoas.

Na mesma zona, perto de Gevgelija, três afegãos, incluindo duas mulheres, uma grávida, perderam a vida, arrastados pela corrente, quanto faziam a travessia com um grupo de outros migrantes.

Uma tragédia que se soma a outra, ocorrida junto ao ponto de partida do fluxo migratório.

Um bote com oito pessoas a bordo naufragou perto da ilha grega de Kos, os ocupantes encontram-se desaparecidos.

O incidente ocorreu de manhã com o mar agitado e ventos fortes. São os primeiros desaparecidos nas águas gregas depois de várias semanas. Uma operação de resgate e salvamento está em curso.

Apesar das condições invernais e da perspetiva de encontrarem as fronteiras encerradas, migrantes continuam a chegar todos os dias a território helénico.

Os que já se encontram na Grécia enfrentam a chuva, a lama e as doenças, em especial os mais novos.

Bloqueados juntos a Macedónia, os migrantes desesperam e complicam ainda mais a gestão grega e europeia da crise

A correspondente da Euronews na Grécia, Nicoleta Drougka, explica que “a chuva incessante tornou tudo dramaticamente mais difícil para os refugiados. Os médicos estão bastante preocupados, especialmente, em relação às pequenas crianças, que adoecem com gripes e gastroenterites.

É quase impossível tratá-los nestas condições. As crianças constituem cerca um terço de todos os refugiados, que são já quase 45 mil em toda a Grécia.

Destes, 12 mil estão bloqueados em Idomeni, 11 mil encontram-se na área de Ática, 12 mil no resto da Grécia continental e outros 10 mil nas ilhas.

Entretanto, continuam a chegar mais migrantes. De facto, de acordo com os média turcos, cerca de três milhões de migrantes estão na costa da Turquia, a aguardar uma oportunidade para passar para a Grécia”.