Última hora

Última hora

Manual escolar abre velhas feridas entre Tóquio e Seul

A soberania dos Rochedos de Liancourt volta a opor o Japão e a Coreia do Sul. O governo de Tóquio aprovou a publicação de manuais escolares que

Em leitura:

Manual escolar abre velhas feridas entre Tóquio e Seul

Tamanho do texto Aa Aa

A soberania dos Rochedos de Liancourt volta a opor o Japão e a Coreia do Sul. O governo de Tóquio aprovou a publicação de manuais escolares que incluem as ilhotas no território nacional. O executivo de Seul não gostou e exigiu a correção imediata desta distorção histórica.

Os ilhéus situam-se no Mar do Japão ou Mar Oriental, consoante a perspetiva. Uma perspetiva que leva os dois países a oporem-se há muitos anos quanto à soberania destas águas ricas em pescado.

O governo de Seul deplorou a publicação de livros de história com “reivindicações inapropriadas” sobre um território que “a história, a geografia e a lei internacional” reconhecem como sul-coreanos.

O último confronto diplomático entre os dois países acerca do território remonta a 2012 quando o então presidente sul-coreano Lee Myung-bak visitou os ilhéus.

Os Rochedos de Liancourt foram a primeira parcela do território coreano anexado pelo Japão em 1905, quando Tóquio iniciou a expansão colonial na Ásia. Desde 1954 que a Coreia do Sul mantém no local um posto da Guarda Costeira.