Última hora

Última hora

"Disorder": o stress pós traumático de um antigo soldado na pele de Matthias Schoenaerts

Em leitura:

"Disorder": o stress pós traumático de um antigo soldado na pele de Matthias Schoenaerts

Tamanho do texto Aa Aa

“Disorder”, a nova longa-metragem da realizadora francesa Alice Winocour, retrata um antigo soldado que sofre de stress pós traumático. Matthias

“Disorder”, a nova longa-metragem da realizadora francesa Alice Winocour, retrata um antigo soldado que sofre de stress pós traumático. Matthias Schoenaerts incarna o papel principal.

Point of view

Ele não dormia e também fez um trabalho a nível físico, com tatuagens e cicatrizes. Houve uma imersão e uma devoção. Para um realizador, foi uma experiência incrível.

“É uma experiência muito sensorial e eu pensei que devia vivê-la: estar num local, onde ficamos com uma sensação de paranoia, os sentidos a duzentos por cento. O ouvido fica mais intenso, tudo fica mais intenso. Acabei por ficar ansioso e não conseguia dormir porque, de repente, tinha começado a sentir esses sintomas”, explicou o ator belga.

O papel principal foi escrito a pensar em Matthias Schoenaerts.

“Eu sabia que ele podia encontrar esse estado borderline. Foi algo em que trabalhámos bastante. Ele não dormia e também fez um trabalho a nível físico, com tatuagens e cicatrizes. Houve uma imersão e uma devoção. Para um realizador, foi uma experiência incrível”, contou a realizadora francesa.

Alice Winocour é também argumentista e, recentemente, escreveu o argumento de “Mustang”, em parceria com a realizadora franco turca Deniz Gamze Ergüven.

Depois da estreia em França, no ano passado, “Disorder” chega em março às salas de cinema britânicas e não tem data de estreia prevista em Portugal.