Última hora

Última hora

Funcionários chegam à Grécia para acompanharem implementação do acordo UE-Turquia

Funcionários turcos chegaram esta segunda-feira à ilha grega de Lesbos a fim acompanharem a implementação do acordo alcançado entre a União Europeia

Em leitura:

Funcionários chegam à Grécia para acompanharem implementação do acordo UE-Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Funcionários turcos chegaram esta segunda-feira à ilha grega de Lesbos a fim acompanharem a implementação do acordo alcançado entre a União Europeia e a Turquia.

Point of view

"Estas pessoas estão desesperadas por um futuro melhor e querem ir viver para outros países. Eles vão continuar a arriscar as vidas"

Neste momento encontram-se na Grécia mais de 50 milhares de migrantes.

O objetivo do acordo é interromper o fluxo migratório em direção à Europa.

Uma voluntária local na ilha de Lesbos afirma que a entrada em vigor deste acordo não vai interromper o fluxo migratório.

“Estas pessoas estão desesperadas por um futuro melhor e querem ir viver para outros países. Eles vão continuar a arriscar as vidas por isso vão continuar a vir, talvez em menores números, mas o fluxo não vai parar”, afirma Rebecca Michailides.

Ainda assim, um dia após a entrada em vigor do acordo, chegaram às ilhas gregas 1662 migrantes.

Segundo o novo acordo, todos os migrantes e refugiados, incluindo Sírios, que cheguem ilegalmente à Grécia por via marítima serão enviados para a Turquia depois de devidamente registados e processados.

A Grécia contudo apelou esta segunda-feira aos parceiros europeus no sentido de obter auxílio logístico para a implementação do acordo.

Até 4 de abril, a Grécia terá que ter implementado um processo rápido para avaliar os pedidos de asilo. Em troca, a União Europeia irá acolher milhares de refugiados sírios provenientes da Turquia.