Última hora

Última hora

Afeganistão: Governo classifica ataques dos talibãs de "crimes contra a humanidade"

Subiu para 64 o número de mortos provocados pelo atentado de terça-feira, em Cabul, no Afeganistão. De acordo com o último balanço das autoridades

Em leitura:

Afeganistão: Governo classifica ataques dos talibãs de "crimes contra a humanidade"

Tamanho do texto Aa Aa

Subiu para 64 o número de mortos provocados pelo atentado de terça-feira, em Cabul, no Afeganistão.

Point of view

Estes atos brutais dos talibãs são crimes contra a humanidade, crimes de guerra.

De acordo com o último balanço das autoridades, 347 pessoas ficaram feridas, na sua maioria civis.

A agência afegã dos serviços secretos, alvo do ataque, responsabilizou o grupo “jihadista” Red Haqqani, vinculado aos talibãs.

Para o ministro do Interior, estes atentados são um crime de guerra. “Estes atos brutais dos talibãs são crimes contra a humanidade, crimes de guerra. O massacre de civis e os ataques suicidas, em zonas residenciais, são claros sinais de crimes de guerra”, sublinha Sediq Sediqqi.

O ataque foi o pior incidente do género na capital afegã, desde 2011, e ocorreu poucos dias após os Talibãs terem anunciado o início da sua ofensiva anual da primavera.