Última hora

Em leitura:

Johnny Depp proibido de se aproximar da mulher que o acusa de violência doméstica

mundo

Johnny Depp proibido de se aproximar da mulher que o acusa de violência doméstica

Publicidade

O ator Johnny Depp está proibido de se aproximar da mulher, que pediu o divórcio e o acusa de violência doméstica. A Justiça norte-americana emitiu uma ordem a pedido de Amber Heard, que se apresentou em tribunal com nódoas negras na cara. A defesa da atriz entregou um dossiê com fotos e documentos, durante uma audiência à porta fechada.

Amber Heard diz ter sido vítima de agressões repetidas que atribui a problemas do ator com álcool e drogas.

Num comunicado, o porta-voz de Johnny Depp garante que o ator “não vai responder a nenhuma das obscenas e falsas histórias, rumores e mentiras” sobre o casamento.

A atriz pediu também uma compensação monetária mensal ao ator, um dos mais bem pagos de Hollywood, que tem uma fortuna avaliada em cerca de 360 milhões de euros. O casal tinha dado o nó em fevereiro do ano passado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte