Última hora

EURO2016: Adeptos ingleses condenados depois de tumultos em Marselha

Dois adeptos ingleses, Alexander Booth e Ian Hepworth, foram, esta segunda-feira, condenados a dois e três meses de prisão ficando, ainda, proibidos de retornarem a França nos próximos dois…

Em leitura:

EURO2016: Adeptos ingleses condenados depois de tumultos em Marselha

Tamanho do texto Aa Aa

Dois adeptos ingleses, Alexander Booth e Ian Hepworth, foram, esta segunda-feira, condenados a dois e três meses de prisão ficando, ainda, proibidos de retornarem a França nos próximos dois anos.

allviews Created with Sketch. Point of view

"É uma brincadeira, é patético!"

Chris Booth Pai do adepto inglês Alexander Booth

Os ingleses foram presentes a tribunal, depois dos confrontos no sábado em Marselha, durante o Europeu de Futebol que se realiza em França.

O pai de Alexander Booth, que foi condenado a 2 meses, manifestou-se contra o julgamento.

“É uma brincadeira, é patético! Qual é a frase para justiça francesa? Não faz sentido nenhum. Nenhum… Vemos mais justiça em julgamentos na praça pública”, afirma Chris Booth.

Booth confessou ter atirado um copo de plástico e insultado um polícia.

A advogada dos dois britânicos, Marion Dutard, argumenta que a justiça francesa pretende fazer deles um exemplo.

“Penso que querem que este seja um veredicto exemplar e querem enviar uma mensagem. Estamos no início do Euro por isso, talvez seja para desencorajar este tipo de comportamento, para dissuadir eventuais apoiantes a portarem-se mal nos próximos jogos. Para enviar uma mensagem a todos os adeptos que são potencialmente violentos”, afirma Dutard.

Esta segunda-feira foram a julgamento mais quatro adeptos ingleses, um austríaco e três franceses.

Nos tumultos de sábado, que resultaram em 35 feridos, quatro em estado grave, estiveram também envolvidos pelo menos 150 adeptos russos.

Nenhum foi detido pelas autoridades francesas.