Última hora

Em leitura:

Em visita oficial à Arménia,Papa volta a falar em genocídio

mundo

Em visita oficial à Arménia,Papa volta a falar em genocídio

Publicidade

O Papa Francisco volta a utilizar o termo “genocídio” para referir-se aos extermínios de arménios cometidos pelos soldados do Império Otomano em 1915 e 1916, durante uma visita oficial à Arménia.

Foi durante um discurso, na presença do presidente arménio Serge Sarkissia, que o Papa escolheu a palavra que a Turquia considera inaceitável. Francisco esteve, este sábado de manhã, no monumento de Tzitzernakaberd, perto da capital Erevan.

Não estava previsto a utilização do termo no discurso do Papa, mas sim a expressão “grande catástrofe,” uma forma de resolver o assunto agradando, ainda que de forma aproximada, a turcos e arménios.

O Papa utilizou pela primeira vez a palavra genocídio para referir-se aos acontecimentos de 1915 e 1916 no ano passado. A Turquia não gostou e deixou o Vaticano sem embaixador durante cerca de 10 meses.

Este sábado de manhã, o Papa encontrou-se com cerca de uma dezena de descendentes dos sobreviventes dos acontecimentos de 1915 e 1916, que tinham sido acolhidos pelo Papa Bento XV em Castel Gandolfo, perto de Roma, durante a Primeira Guerra Mundial.

Para os arménios, o que aconteceu em 1915 e 1916 foi um genocídio que deixou cerca de um milhão e meio de vítimas. Um número considerado exagerado para os turcos, que falam de uma mortífera guerra civil entre turcos e arménios e que recusam o uso do termo genocídio. A Turquia defende que os acontecimentos devem ser analisados no quadro da Primeira Guerra Mundial de 1914-1918.

Pelo menos 20 países reconhecem o extermínio como um genocídio, como a Alemanha, a França, Itália, Líbano, Grécia, Argentina, Suécia, Suíça, Eslováquia, Venezuela, Uruguai e Rússia. Portugal é um dos países da UE que ainda não reconhece como genocídio o extermínio dos arménios pelo Império Otomano.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte