Última hora

Em leitura:

Austrália: Primeiro-ministro Malcolm Turnbull reconduzido ao poder

mundo

Austrália: Primeiro-ministro Malcolm Turnbull reconduzido ao poder

Publicidade

O primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, anunciou a vitória da sua coligação Liberal-Nacional, nas eleições de dois de julho.

À espera dos resultados oficiais, a coligação alcança 74 lugares no Congresso, com a possibilidade de ganhar outros dois assentos que lhe permitem formar Governo sozinha, enquanto trabalha para conseguir alianças que garantam um novo Executivo.

“Ganhámos a eleição, foi o que fizemos”, disse Turnbull durante uma conferência de imprensa em Sydney.

Horas antes, o líder do principal partido da oposição, o trabalhista Bill Shorten, reconheceu a derrota e felicitou em conversa telefónica o atual líder da Austrália.

Bill Shorten manifestou vontade de trabalhar “nos pontos em comum” em conjunto com o próximo governo em benefício dos australianos.

Oito dias depois da votação, a comissão eleitoral australiana ainda mantém a contagem dos votos, que, devido ao complexo sistema de distribuição de lugares, ainda deixa lugares no Congresso por preencher.

Segundo os dados da comissão eleitoral, nenhum partido conseguiu obter os 76 lugares que permitem formar governo sozinho, atribuindo como resultado provisório 74 assentos à coligação Liberal-Nacional, 66 aos trabalhistas, e cinco aos partidos minoritários e independentes, além de cinco sem vencedor.

Dois deputados independentes com participação no próximo Congresso já declararam publicamente o seu apoio à coligação governante.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte