Última hora

Em leitura:

Pelo menos 20 mortos e mais de 30 feridos em colisão de comboios no sul da Itália

mundo

Pelo menos 20 mortos e mais de 30 feridos em colisão de comboios no sul da Itália

Publicidade

Pelo menos 20 pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas num acidente ferroviário no sul da Itália.

Dois comboios colidiram de frente. Circulavam na mesma linha entre as vilas de Andria e Corato, perto da cidade de Bari, por volta das 11:30 horas locais (10:30 em Lisboa).

O jornal Repubblica, cita o comandante dos bombeiros de Andria, Riccardo Zingaro: “Algumas carruagens estão completamente destruídas e as autoridades estão a retirar pessoas dos destroços”. O número de vítimas mortais pode vir a aumentar nas próximas horas.

O primeiro-ministro da Itália já expressou condolências e assegurou que não vai descansar até serem conhecidos “todos os factos” e obtida uma “explicação clara” para o que aconteceu. Matteo Renzi diz que “o momento, agora, é de lágrimas e comoção”.

Mais de uma dezena de pessoas foi transportada para o hospital de Andria, dez delas em estado grave. Três pessoas foram levadas de helicóptero para o hospital de Barletta, entre elas uma criança.

Uma sobrevivente, grávida de 8 meses, conta: “Não sei o que se passou. Vi a minha mãe no chão, o meu pai e a minha irmã a sangrarem. As pessoas que estavam no comboio ajudaram-nos”.

Numa publicação na página pessoal do Facebook, o presidente da Câmara de Corato, Massimo Mazzilli, compara a tragédia a “uma queda de avião”.

O ministro dos Transportes e Infraestruturas, Graziano Delrio, e o chefe da Proteção Civil, Fabrizio Curcio, deslocaram-se para a zona do acidente para coordenar as tarefas de resgate.

No local foi montado um hospital de campanha. Nas redes sociais, surgem pedidos de médicos e doações de sangue.
Desconhece-se, ainda, quantas pessoas viajavam nos dois comboios.

De acordo com o canal RT, a linha ferroviária era muito frequentada e encontrava-se em obras para acrescentar mais um via e para que tragédias como esta fossem evitadas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte