Última hora

A dor de um pai tunisino que perdeu filho e mulher no ataque em Nice

O momento em que um pai, tunisino, Tahar Mejr, descobre que o filho de 4 anos faz parte das vítimas mortais do ataque em Nice.

Em leitura:

A dor de um pai tunisino que perdeu filho e mulher no ataque em Nice

Tamanho do texto Aa Aa

O momento em que um pai, tunisino, Tahar Mejr, descobre que o filho de 4 anos faz parte das vítimas mortais do ataque em Nice. Ele que também perdeu a mulher neste atentado.

O Nice Matin apresentou, este domingo, uma edição especial dedicada às vítimas. Nela é possível ver os retratos das crianças que, como Kilian morreram neste ataque.

No exterior do hospital os familiares desesperam quando há ainda várias dezenas de corpos por identificar:

“Nós pedimos, pedimos, pedimos uma informação. Não é difícil… há fotografias, podem fazer-se esboços. Não é difícil… Coloquem os nomes numa folha A4, não é difícil, não é complicado. Até uma criança de 6 anos o pode fazer”, afirma Inês Jyper, uma brasileira que vive, há 30 anos na Suíça.

Há ainda várias dezenas de feridos hospitalizados. Dezoito pessoas, incluindo uma criança, continuam em estado crítico.

Na catedral de Notre Dame celebrou-se uma missa pelas vítimas mortais de mais esta tragédia que atingiu França. Uma cerimónia para a qual foram convidadas também pessoas de confissão religiosa muçulmana.