Última hora

Em leitura:

Rússia contente com decisão do Comité Olímpico

mundo

Rússia contente com decisão do Comité Olímpico

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Depois de conhecida a decisão do Comité Olímpico Internacional (COI) de não banir a Rússia dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Moscovo reagiu.

O ministro do desporto russo, Vitaly Mutko, disse que “cerca de 80 por cento” das equipas da Rússia cumprem os critérios impostos pelo Comité e que estão portanto aptas para participar na competição no Rio, que começará a 5 de Agosto e congratulou-se pela decisão do COI: “Esta é uma decisão importante e parece-me que foi tomada no interesse da unidade do desporto mundial, no interesse da unidade da família olímpica – porque o doping é um demónio à escala mundial. Não é apenas um problema russo.”

Apesar das críticas de entidades desportivas internacionais face à decisão do Comité Olímpico, a decisão foi bem recebida por Irina Rodnina, ex patinadora russa três vezes campeã olímpica: “Se tivessem tomado uma decisão negativa, teria a certeza a 100 por cento de que era o princípio do declínio do movimento olímpico. Mas há que dar crédito ao que deve ser creditado: o comité Olímpico tomou uma decisão muito razoável.”

Já Yelena Isenbaya, duas vezes campeã olímpica em salto à vara pela Rússia, mas incluída na suspensão de todos os atletas russos de qualquer competição pela Associação Internacional de Federações de Atletismo, não esconde a tristeza: “Desapareço por uns tempos. Preciso de digerir isto. É muito difícil porque não é justo.”

Cabe agora a cada uma das federações internacionais testar os mais de 350 desportistas olímpicos apresentados pela Rússia até aos Jogos Olímpicos do Rio.

Uma das condições é que os testes anti-doping não provenham da Rússia, a outra é que não haja nenhuma exclusão prévia por doping.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte