Última hora

Em leitura:

Tóquio elege primeira mulher governadora

mundo

Tóquio elege primeira mulher governadora

Publicidade

No Japão, mais de dez milhões de pessoas foram este domingo chamadas às urnas para elegerem o novo governador da cidade, cargo equivalente ao presidente da câmara.

A confirmarem-se as sondagens à boca das urnas, a antiga ministra da defesa Yuriko Koike, de 63 anos de idade, será a primeira política do país a ascender a este posto.

Yuriko Koike vai gerir uma região cujo Produto Interno Bruto (PIB) se situa entre o das dez maiores economias do mundo.

“Vou esforçar-me para fazer de Tóquio uma cidade onde todos possam brilhar, homens e mulheres, crianças e adultos, os idosos e os deficientes”, disse momentos depois das sondagens serem anunciadas.

Entre os desafios que a nova governadora vai enfrentar conta-se a preparação da cidade para acolher os Jogos Olímpicos de 2020.

Yuriko Koike é membro do Partido Liberal Democrático, o partido no poder e é ainda deputada na câmara baixa do parlamento.

As eleições foram convocadas depois da demissão do anterior governador, Yoichi Masuzoe, envolvido num escândalo por uso inapropriado de fundos públicos.

No Japão, a presença de mulheres na política é extremamente reduzida situando-se abaixo de países como o Botsuana e a Libéria.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte