Última hora

Em leitura:

Futebol: AC Millan passa para a mão de chineses

mundo

Futebol: AC Millan passa para a mão de chineses

Publicidade

O clube de futebol AC Milan, 18 vezes campeão italiano e 7 vezes campeão europeu, vai ser vendido a investidores chineses.

Silvio Berlusconi deu o seu acordo, sexta-feira, para a venda de mais de 99% do AC Milan a um grupo de investidores chineses que se comprometeram a injetar 350 milhões de euros no clube, anunciou a Fininvest, a holding a família Berlusconi.

Após meses de negociações, um acordo preliminar de venda estabeleceu o valor do clube em 740 milhões, com uma dívida de 220 milhões, foi assinado, sexta-feira, entre Danilo Pellegrino, Diretor Executivo da Fininvest, e Han Li, representante dos investidores chineses.

Entre os futuros proprietários do AC Milan, reunidos no grupo Sino-Europa Sports Investment Management Changxing, estão a Haixia Capital, o empresário Li Yonghong e empresas públicas e privadas chinesas.

O AC Milan, que terminou o campeonato passado na sétima posição, junta-se assim ao rival Inter de Milão, adquirido no início de junho pelo grupo chinês Suning.

A venda, que ainda deve ser aprovada pelas autoridades italianas e chinesas, deve ficar concluída no final de 2016.

Para confirmar o acordo preliminar, os investidores chineses concordaram em pagar 15 milhões de euros imediatamente e 85 milhões dentro de 35 dias.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte