Última hora

Em leitura:

Fogo na ilha da Madeira destrói casas e obriga à evacuação de hospitais

mundo

Fogo na ilha da Madeira destrói casas e obriga à evacuação de hospitais

Publicidade

Os incêndios florestais continuam a atingir fortemente Portugal.

No país estão várias centenas de fogos ativos, informa a Proteção Civil no seu site.

A situação mais grave regista-se no Funchal, onde dois hospitais foram evacuados, e mais de 300 pessoas foram retiradas de casas. Pelo menos 27 casas foram destruídas e foi ativado o plano de emergência.

O Governo português vai mandar para a ilha uma força especial constituída por bombeiros, técnicos do INEM e GNR.

Entretanto, o chefe de gabinete do presidente da Câmara do Funchal, Miguel Iglesias, confirmou que alguns prédios devolutos situados na zona histórica do Funchal estão a arder.

No Continente, os distritos de Braga, Viana do Castelo, Leiria, Aveiro também registam ocorrências importantes.

O primeiro-ministro, António Costa, terça-feira, que o Governo acionou o pré-alerta para o mecanismo europeu de proteção civil e para o acordo com a Rússia, pois no fim-de-semana poderá ser necessário o seu acionamento efetivo.

O comandante operacional nacional da Proteção Civil, José Manuel Moura, alertou para “situações extremamente adversas” para os próximos dias, quanto a incêndios, estando o país em estado de alerta laranja até final da próxima semana.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte