Última hora

Em leitura:

A arte do fogo em destaque na Bielorrússia

Cult

A arte do fogo em destaque na Bielorrússia

Em parceria com

Se tem pirofobia, ou seja medo do fogo, este não é um evento para si. O Festival Internacional do fogo de Ratomka, na Bielorrússia apresenta artistas internacionais, vindos de França, Costa Rica e EUA, por exemplo.

O evento inclui também apresentações da Bielorrússia, Rússia e Ucrânia. O ucraniano Sergei Poritski, que em palco se chama “Zerg”, é uma das estrelas.

“Há pessoas que têm predisposição para isto. Há outras que a reação ao fogo é o medo, e com elas não se consegue fazer nada, nem por dinheiro, nem pela glória, nem qualquer outra coisa. Depois há pessoas que quando têm o fogo nas mãos mostram, instantaneamente, interesse, através do olhar, e nunca se afastam dele”, explica Poritski.

Vyacheslav Diamidov, da Rússia, é outro dos artistas presentes.

O importante é que temos aqui uma combinação de artes – dança, circo e pirotecnia. Gostamos de fazê-lo, e isso é o mais importante”, adianta Diamidov.

“Domadores” de fogo, de diferentes países apresentam os seus truques mais perigosos durante quase duas horas. Engolem fogo, queimam as suas roupas, entre muitas outras coisas. O festival tem como objetivo promover o fogo enquanto arte.

Artigo seguinte