Última hora

Em leitura:

Síria: Regressar a casa após a expulsão do Daesh

mundo

Síria: Regressar a casa após a expulsão do Daesh

Publicidade

Depois da tempestade, a bonança. Um grupo de quase 300 pessoas regressou à vila de Jarablus na Síria, depois de a zona ter sido atingida pela incursão militar turca, na batalha contra o grupo Estado Islâmico há duas semanas.

É o primeiro regresso formal depois da incursão turca em solo sírio.

“Regressamos para abraçar o nosso país, a Síria, o nosso querido país e Jarablus. Agradecemos aos turcos e quanto aos outros… que Deus os perdoe. Obrigado”, diz um refugiado que agora regressa à vila.

Jarablus, que estava sob controlo do autoproclamado Estado Islâmico, foi a primeira povoação a ser libertada pelas forças armadas turcas.

O objetivo militar foi o de manter os jihadistas afastados.

“Todas as pessoas regressaram. As pessoas que deixaram a cidade, regressaram. A situação agora é boa mas ainda estão a sofrer com escassez serviços. Os principais problemas são a água, o pão e a eletricidade”, explica um residente.

A Turquia, que acolhe cerca de três milhões de refugiados, tem insistido junto das potencias mundiais para a criação de uma zona segura, no norte da Síria, de forma a conter o fluxo de refugiados.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte