Última hora

Em leitura:

Pugilismo: Tyson Fury tramado pela cocaína


Desporto

Pugilismo: Tyson Fury tramado pela cocaína

O reinado de Tyson Fury enquanto campeão do mundo de pesos pesados pode muito bem ter chegado ao fim. O pugilista inglês arrisca-se a perder o título depois de ter acusado cocaína durante um controlo antidoping surpresa efetuado a 22 de setembro.

Exatamente um dia antes de ter anunciado que já não iria defender o título frente a Wladimir Klitschko, numa reedição da última final de pesos pesados, alegando não estar medicamente apto para competir.

Já no mês de junho Fury tinha sido acusado pela Agência Antidoping do Reino Unido de ter recorrido a uma substância proibida, tendo na altura contestado as acusações.

O seu futuro está agora nas mãos das várias organizações que gerem os destinos do pugilismo mundial.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

Desporto

Sébastien Ogier imparável na Córsega