Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Pugilismo: Tyson Fury tramado pela cocaína

Pugilismo: Tyson Fury tramado pela cocaína
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O reinado de Tyson Fury enquanto campeão do mundo de pesos pesados pode muito bem ter chegado ao fim. O pugilista inglês arrisca-se a perder o título depois de ter acusado cocaína durante um controlo antidoping surpresa efetuado a 22 de setembro.

Exatamente um dia antes de ter anunciado que já não iria defender o título frente a Wladimir Klitschko, numa reedição da última final de pesos pesados, alegando não estar medicamente apto para competir.

Já no mês de junho Fury tinha sido acusado pela Agência Antidoping do Reino Unido de ter recorrido a uma substância proibida, tendo na altura contestado as acusações.

O seu futuro está agora nas mãos das várias organizações que gerem os destinos do pugilismo mundial.