Última hora

Última hora

Tailândia confirma casos de microcefalia associados ao Zika

A Tailândia confirmou dois casos de microcefalia em recém-nascidos associados ao vírus Zika.

Em leitura:

Tailândia confirma casos de microcefalia associados ao Zika

Tamanho do texto Aa Aa

A Tailândia confirmou dois casos de microcefalia em recém-nascidos associados ao vírus Zika.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde tratam-se dos primeiros casos registados no útero, no sudeste Asiático.

As autoridades tailandesas garantem, no entanto, que não há razão para alarme.

“No ano passado fizemos exames em menos de uma centena de pessoas. Este ano foram mais 10 mil. A nível epidémico concluímos que nada mudou desde essa altura e não estamos perante um surto” refere Thanarak Palipat Diretor do gabinete de Epidemiologia do Ministério de Saúde Pública.

Oito das 36 mulheres infetadas com o vírus e acompanhadas pelas autoridades tailandesas já deram à luz. Três bebés nasceram com microcefalia, uma doença que se caracteriza por um desenvolvimento insuficiente do crânio e do cérebro dos bebés. Mas, apenas, dois casos foram associados ao Zika.

O vírus é transmitido pela picada do mosquito Aedes Aegypti.