Última hora

Em leitura:

Preocupação em Hollywood pela eleição de Donald Trump


cinema

Preocupação em Hollywood pela eleição de Donald Trump

Em parceria com

A vitória eleitoral de Donald Trump foi recebida com preocupação, descrença e mesmo desespero pela maioria das celebridades de Hollywood e, sobretudo, pelas muitas que apoiaram abertamente Hillary Clinton.

Durante a conferência de imprensa do Festival de Cinema de Estocolmo, o realizador Francis Ford Coppola referiu-se ao presidente eleito nestes termos: “Eu sou uma pessoa otimista e penso o melhor de toda a gente. Penso também que o gabinete da presidência é uma entidade. Dou a toda a gente o benefício da dúvida. Donald Trump – para dizer bem dele e é tudo o que direi – é imaginativo, visa alcançar resultados, não é um fundamentalista de direita, nem em termos religiosos, nem políticos”.

Também em Los Angeles, sobre a passadeira vermelha da estreia do filme “The Edge of Seventeen”, a vitória de Trump ocupava o espírito de todos os presentes.

A atriz Kyra Sedgwick não conseguiu evitar o desabafo: “Eu sinto-me sobretudo bastante triste com o estado de divisão a que este país chegou. Apetecia-me meter-me num autocarro com outras pessoas de esquerda como eu, que vivem em Nova Iorque e Los Angeles, e percorrer o país para dizer às pessoas que temos de falar daquilo que temos em comum, em vez daquilo que nos divide”.

“Não sei. Foi qualquer coisa que não vimos chegar. É uma coisa que me assusta e que me tem preocupado. Penso que as manifestações aqui em Nova Iorque e noutros sítios esta noite foram muito demonstrativas. As pessoas não estão furiosas, estão preocupadas com o país”, afirmava o produtor James L. Brooks.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

"Uma exceção à regra" chamada Warren Beatty