Última hora

Em leitura:

Greve dos pilotos da Lufthansa prolongada por 24 horas


Alemanha

Greve dos pilotos da Lufthansa prolongada por 24 horas

A Lufthansa anulou cerca de 900 voos, esta quarta-feira, devido à paralisação dos seus pilotos. Uma greve prevista para durar um dia mas que foi estendida para um segundo, depois de duas tentativas frustradas, da administração da companhia aérea alemã, de impedir a sua realização, recorrendo aos tribunais.

Terça-feira tinha havido já uma paralisação do pessoal de bordo da Eurowings, a subsidiária low-cost da Lufthansa, por aumentos.

Para os passageiros a situação é complicada:

“Naturalmente que os pilotos precisam de um determinado salário, eu compreendo, mas são os passageiros que sofrem.”

“Acho que tem havido demasiadas greves na Lufthansa, ultimamente. É muito aborrecido.”

O sindicato dos pilotos quer aumentos nos salários de, em média, 3,7 por cento, para 5400 pilotos e com efeitos retroativos a 2012.

A Lufthansa diz que a paralisação vai custar-lhe entre 7 e 9 milhões de euros.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Obama condecora estrelas norte-americanas na Casa Branca