França: François Fillon é o candidato do centro-direita às presidenciais de 2017

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com afp, reuters, lusa, efe
França: François Fillon é o candidato do centro-direita às presidenciais de 2017

<p>François Fillon é o candidato do centro-direita francês às presidenciais do próximo ano.</p> <p>Visto pelas sondagens como o melhor colocado para derrotar Marine Le Pen, a líder da extrema-direita, na corrida ao Eliseu, o político de 62 anos derrotou por larga margem Alain Juppé, outro antigo primeiro-ministro, na segunda volta de umas primárias inéditas no campo conservador.</p> <p>Com mais de 90% dos boletins contados, Fillon contava com 66,5% dos votos, contra 33,5% para Juppé.</p> <p>Católico assumido, Fillon apresenta-se com um programa ultra liberal na economia e conservador nos costumes.</p> <p>“É um representante de uma direita clássica, na linha do que se pôde ver na Europa com David Cameron e outros”, comentava um transeunte, em Paris, enquanto outros querem ver “que campanha será capaz de levar a cabo” ou consideram que a escolha irá “complicar as primárias da esquerda”.</p> <p>Os socialistas ainda não escolheram o seu candidato com a incógnita a manter-se sobre se o impopular presidente François Hollande irá recandidatar-se e com o primeiro-ministro, Manuel Valls. a não esconder a ambição de se apresentar ao escrutínio.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-cards="hidden" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Despite trailing in fourth place barely a month ago, Fillon managed a thumping victory in France's primary <a href="https://t.co/67oxLfOGDI">https://t.co/67oxLfOGDI</a></p>— The Economist (@TheEconomist) <a href="https://twitter.com/TheEconomist/status/803185833649967104">November 28, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Fillon, que defende o fim das 35 horas de trabalho, cortes na função pública e impostos mais baixos para as empresas, é um admirador de Margaret Thatcher e deseja uma reaproximação com a Rússia.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-cards="hidden" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">“If Mr. Fillon is serious about transforming France, he first needs a credible plan.” Analysis from <a href="https://twitter.com/Simon_Nixon"><code>Simon_Nixon</a>: <a href="https://t.co/MNme24gEjP">https://t.co/MNme24gEjP</a></p>&mdash; Wall Street Journal (</code>WSJ) <a href="https://twitter.com/WSJ/status/803192471115206656">November 28, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>