Última hora

Síria: Exército retoma zonas rebeldes no nordeste de Alepo

Os rebeldes sírios recuam no leste de Alepo, depois de terem perdido cerca de um terço do território nas últimas 48 horas.

Em leitura:

Síria: Exército retoma zonas rebeldes no nordeste de Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes sírios recuam no leste de Alepo, depois de terem perdido cerca de um terço do território nas últimas 48 horas.

O exército sírio afirma ter retomado o controlo do nordeste da cidade, depois de ter avançado sobre o bairro de al-Sakhour, entretanto evacuado, e que se torna, para já, a nova linha da frente do combate pela reconquista de Alepo.

A informação foi confirmada pelo Observatório Sírio dos Direitos do Homem, sediado em Londres, que evoca, “a maior derrota para a oposição em Alepo desde 2012”.

Os bairros de Haydariyé e Cheikh Khodr foram também reconquistados pelo exército, enquanto as forças aliadas curdas libertaram Cheikh Fares.

Para um responsável do grupo rebelde Noureddine al-Zinki, um dos principais de Alepo, citado pela France Presse, a luta tornou-se demasiado desequilibrada, já que Damasco conta com o apoio “do Irão, da Rússia (…) e de milícias vindas do mundo inteiro.”

Um porta-voz dos Capacetes Brancos – a proteção civil de Alepo – diz que estes são os piores dias desde o início do cerco à cidade. Sem comida, sem água, sem alojamento, a população abandona a cidade.

Os novos ataques do exército sírio ocorrem num momento em que mais de 250 mil pessoas se encontram na zona sitiada, sem acesso a mantimentos ou serviços hospitalares, após o bombardeamento de várias instalações médicas nas últimas semanas.