Última hora

Não são três séculos de vida mas a sua vida estende-se ao longo de três séculos. A italiana Emma Morano, que é tida como a pessoa mais idosa do planeta, celebrou 117 anos esta terça-feira, no seu apartamento no norte de Itália. Quando nasceu, em 1899, a rainha Vitória ocupava o trono em Inglaterra e os aviões não existiam.

A paixão da sua vida morreu na Primeira Guerra Mundial e aos 26 anos foi obrigada a casar-se com um homem que não amava. Em 1938 deixou um marido que a fez sofrer e vangloria-se de ter sido uma das primeiras italianas a separar-se. Até aos 65 anos trabalhou numa fábrica, e foi tudo, afirma. Agora, rodeada de amigos e vizinhos, recorda que costumava cantar e que tinha uma bela voz. Uma voz que agora lhe escapa.