Última hora

Em leitura:

Como tornar os sistemas de transporte sustentáveis?


focus

Como tornar os sistemas de transporte sustentáveis?

Os transportes em geral consomem um quarto da energia mundial, uma fatia muito significativa das emissões de gases com efeito de estufa. Como convencer as pessoas a aderirem a soluções como a bicicleta, o carro elétrico ou os transportes públicos? Na conferência global de Ashgabat, a capital do Turquemenistão, debateram-se soluções.

A primeira Conferência Global de Transportes Sustentáveis reuniu vários responsáveis internacionais por diferentes sistemas de mobilidade. Foi o secretário-geral das Nações Unidas quem abriu o fórum.

“Estamos aqui pelo bem de nós todos, pelos nossos filhos e netos. Um mundo mais saudável e mais seguro implica necessariamente a existência de redes de transportes que sejam sustentáveis”, declarou Ban Ki-moon.

Os transportes em geral consomem cerca de um quarto da energia que o mundo produz, o que representa uma fatia muito significativa no conjunto das emissões de gases com efeito de estufa. Os especialistas ambientais falam no exemplo da Noruega: é o país do mundo onde há mais carros elétricos per capita.

“Se comprar um carro elétrico em Oslo, pode circular nas faixas de transportes coletivos. Não tem de esperar nas filas, por exemplo. Os impostos para esses carros são muito reduzidos. Ou seja, em termos económicos, adquirir esse tipo de veículos é uma solução inteligente”, afirma John Mikal Kvistad, representante diplomático norueguês.

Mas não só. Andar de bicicleta ou de transportes públicos pode ajudar a alterar, de facto, as coisas. Entre os transportes coletivos com melhor rácio de desempenho ambiental, os comboios que se deslocam a eletricidade levam a palma.

Jean-Pierre Loubinoux, diretor da União Internacional dos Caminhos de Ferro, considera que “são comboios limpos. Mas também depende da origem da eletricidade. Na COP22 em Marraquexe, falou-se na maior central de energia solar do mundo e na sua ligação ao fornecimento de energia aos comboios. Mas há outros exemplos. Aliás, com a luz solar que existe no Turquemenistão, este país também pode desenvolver este tipo de alternativas e aplicá-las no setor rodoviário”.

De acordo com um estudo que um grupo de especialistas entregou a Ban Ki-moon, é necessário investir algo como 2 biliões de dólares na transição global rumo aos transportes amigos do ambiente.

Segundo Wu Hongbo, subsecretário da ONU para os Assuntos Económicos e Sociais, “os países em vias de desenvolvimento necessitariam de investir anualmente 3% do PIB em infraestruturas. No entanto, o financiamento público – seja a nível interno, internacional ou os dois – não é suficiente. É preciso mobilizar o setor privado”.

Estima-se que os investimentos de agora possam vir a poupar cerca de 70 biliões de dólares em custos operacionais até 2050.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

focus

Chips biométricos para nos salvar da pirataria informática