Última hora

Última hora

Grécia: Aniversário violento nas ruas de Atenas

Uma manifestação para relembrar a morte de um miúdo de 15 anos em 2008 culminou em violência nas ruas de Atenas.

Em leitura:

Grécia: Aniversário violento nas ruas de Atenas

Tamanho do texto Aa Aa

Uma manifestação para relembrar a morte de um miúdo de 15 anos em 2008 culminou em violência nas ruas de Atenas.

Pedras, Cocktails Molotov e fogo-de-artifício foram arremessados à polícia que, já em alerta, mobilizou 3 mil agentes para controlar o protesto considerado de alto risco.

As autoridades recorreram a gás lacrimogéneo.

Pelo menos 34 pessoas foram detidas e um polícia ficou ferido.

Os confrontos desenrolaram-se perto da universidade politécnica.

Todos os anos, o 6 de dezembro é relembrado por estudantes e ativistas de esquerda.

Nesse mesmo dia, em 2008, o adolescente Alexandros Grigoropoulos teve morte instantânea ao ser baleado no peito por um polícia.

O agente que carregou no gatilho, Epaminondas Korkoneas, foi condenado a perpétua mas mesmo assim a cólera não foi apaziguada, já que os protestos repetem-se todos os anos.

Μichalis Arampatzoglou, o correspondente da Euronews, afirma que
“Exarcheia, o distrito onde Alexandros Grigoropoulos foi assassinado tornou-se mais uma vez num campo de batalha. As forças de segurança proibiram o acesso dos manifestantes à Universidade Politécnica e os protestos desenrolaram-se nas ruas próximas.”