Última hora

Em leitura:

Radar... as histórias que não fizeram manchetes


Mundo

Radar... as histórias que não fizeram manchetes

À sexta-feira, os jornalistas das 13 línguas da euronews selecionam um conjunto de histórias que não tiveram direito a grande destaque na imprensa internacional.

Uma corrida solidária

Cavalos, vacas, perus, valeu de tudo para levar a bom porto uma corrida solidária, que decorreu no dia 11 de dezembro a sudeste de Greenwich. Muito humor e diversão na nova sétima edição da “London Pantomime Horse Race”, uma corrida pouco usual já que os animais eram, afinal, seres humanos, dois em cada animal, animais que não eram, de facto, animais, com o objetivo de ganhar uma corrida pelo The Sick Children’s Trust, uma associação que apoia crianças doentes.

Fonte


Vida de rato

No coração da cidade sueca de Malmo um cenário atípico: uma pequena “instalação” uma cidade em miniatura, pensada para ratos. Verdadeiramente impressionante. O autor é anónimo mas vai publicando fotografias nas redes sociais.

#anonymouse #anonymouse_mmx #möllan #Malmö

A photo posted by AnonyMouse (@anonymouse_mmx) on

#anonymouse #anonymouse_mmx #Malmö #möllan

A photo posted by AnonyMouse (@anonymouse_mmx) on

Fonte


A cadela maravilha de Putin

Yume, uma cadela de Vladimir Putin, da raça japonesa Akita, foi o centro das atenções durante uma entrevista feita por jornalistas do seu país de origem, em Moscovo, antes da visita do líder russo ao Japão. Yume acabou por intimidar os dois homens, quando começou a ladrar. A cadela foi um presente japonês como forma de agradecer a Putin a ajuda depois do terramoto e tsunami que assolaram o país.

Fonte


Um presente inesperado

O ministro da economia chileno viu-se numa “grande embrulhada” depois de ser presenteado, por um fabricante, com uma boneca insuflável num jantar com industriais. Luis Felipe Cespedes foi fotografado com a boneca, a sorrir, a fotografia chegou às redes sociais e este acabou por ter de desculpar-se pelo sucedido. Na boneca podia ler-se “para estimular a economia”.

Fonte


Novo recorde para maior onda na Europa

Um comité de especialistas, da Organização Meteorológica Mundial, estabeleceu um novo recorde mundial para a maior onda: 19 metros, medidos por uma boia no Atlântico Norte. A onda foi gravada por uma boia automatizada às 06h00 GMT, a 4 de fevereiro de 2013, entre a Islândia e o Reino Unido, pode ler-se na página da internet da organização. O recorde anterior, de 18,275 metros, tinha sido registado no dia 8 de dezembro de 2007, também no Atlântico Norte.

The record-breaking wave was recorded at approximately 59° N, 11° W, says WMO.

Fonte


Casados mas não fieis

De acordo com os meios de comunicação sociais italianos uma alteração ao Código Civil do país pode fazer cair a fidelidade nos acordos de casamento. Se a alteração for aprovada os casais deixarão de ser obrigados a jurar fidelidade.

Fonte


O bastião de Trump na Irlanda

Não são muitos os europeus que gostam de Donald Trump, pelo menos enquanto este foi candidato à presidência dos EUA, foi isso que concluiu o Pew Research Center. Mas talvez tenha ficado fora desta avaliação Doonbeg, Condado de Clare, na Irlanda.

O presidente eleito dos EUA tem um lugar nos corações dos habitantes desta pequena localidade que se orgulha de ser apelidade de “Cidade de Trump”. Isto apesar de um jornalista ter admitido não ter encontrado uma pessoas que tivesse algo de bom a dizer sobre Trump, na Irlanda. Talvez lhe tenha escapado este pequeno lugar, que não tem sequer 800 habitantes.

Fonte


Caça aos fumadores na China

A proibição de fumar em espaços fechados foi imposta na China, em junho de 2015, mas implementá-la não tem sido fácil. Para tentar fazer cumprir a lei, empresas em Pequim estão a recrutar voluntários para fazê-lo. Estas brigadas conhecem os hábitos dos fumadores e procuram-nos por todo o lado tentando fazê-los perceber que há regras e multas para os infratores, que não podem fumar, entre outros sítios, nas escadas dos escritórios onde trabalham. Uma autêntica caça às bruxas, à chinesa.

Fonte:

Saiba mais: