Última hora

Em leitura:

Natal Ortodoxo: Patriarca de Moscovo pede "esperança" para ultrapassar a crise


Rússia

Natal Ortodoxo: Patriarca de Moscovo pede "esperança" para ultrapassar a crise

Milhares de fiéis celebram este sábado o Natal da Igreja Ortodoxa Russa. Esta confissão segue o calendário Juliano enquanto que a Igreja Católica comemora o Natal a 25 de dezembro por seguir o calendário gregoriano.
Na madrugada de sexta para sábado foram realizadas as tradicionais vigílias da Divina Liturgia do Natal.
O patriarca Kirill presidiu à cerimónia na catedral de Moscovo. “Vamos rezar e ter esperança que deus guie cada um de nós pelo caminho da vida e sejamos capazes de ultrapassar as dificuldades, as tristezas e as crises que nos afetam nos dias de hoje”, lembrou o líder da Igreja Ortodoxa Russa.

O presidente russo, Vladimir Putin assistiu a esta celebração, não em Moscovo, mas em Novgorod, a 550 quilómetros a norte da capital.
De acordo com os meios de comunicação russos, na mesma cerimónia estava toda uma comunidade de pescadores da região do lago Ilmen.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

EUA: Serviços secretos revelam métodos de ingerência russos