Última hora

Em leitura:

Natal Ortodoxo: Patriarca de Moscovo pede "esperança" para ultrapassar a crise


Rússia

Natal Ortodoxo: Patriarca de Moscovo pede "esperança" para ultrapassar a crise

Milhares de fiéis celebram este sábado o Natal da Igreja Ortodoxa Russa. Esta confissão segue o calendário Juliano enquanto que a Igreja Católica comemora o Natal a 25 de dezembro por seguir o calendário gregoriano.
Na madrugada de sexta para sábado foram realizadas as tradicionais vigílias da Divina Liturgia do Natal.
O patriarca Kirill presidiu à cerimónia na catedral de Moscovo. “Vamos rezar e ter esperança que deus guie cada um de nós pelo caminho da vida e sejamos capazes de ultrapassar as dificuldades, as tristezas e as crises que nos afetam nos dias de hoje”, lembrou o líder da Igreja Ortodoxa Russa.

O presidente russo, Vladimir Putin assistiu a esta celebração, não em Moscovo, mas em Novgorod, a 550 quilómetros a norte da capital.
De acordo com os meios de comunicação russos, na mesma cerimónia estava toda uma comunidade de pescadores da região do lago Ilmen.