Última hora

Em leitura:

Theresa May cede ao parlamento sem modificar calendário do "Brexit"


Reino Unido

Theresa May cede ao parlamento sem modificar calendário do "Brexit"

O governo britânico iniciou o processo de saida do país da UE ao apresentar, esta quinta-feira, o projeto-lei que irá autorizar a primeira-ministra a ativar o artigo 50 do Tratado da União.

A proposta, com apenas duas frases, intitulada, “notificação à UE ou proposta de retirada”, vai ser debatida nas duas câmaras do parlamento na próxima semana.

O voto final é esperado no dia 8, quando a rainha terá que proclamar a decisão antes da data limite de 31 de março, fixada por May.

Sob pressão do Supremo Tribunal, o governo é assim obrigado a passar pelo parlamento, mas sem modificar o seu calendário de “retirada”.

Mas o debate deverá voltar a mobilizar a oposição ao “Brexit” que pretende apresentar várias emendas para atrasar o processo.

A primeira-ministra conservadora conta com uma maioria frágil na câmara dos comuns, quando o seu partido não é maioritário na câmara dos lordes.

Mais do que por em causa o avanço do processo, a consulta parlamentar poderá obrigar May a rever o seu calendário de negociações e mesmo incluir novos votos do parlamento durante o processo negocial.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

EUA

Theresa May visita Trump com comércio e NATO na agenda