Última hora

Em leitura:

Equador vai à segunda volta das presidenciais


República do Equador

Equador vai à segunda volta das presidenciais

A comissão eleitoral do Equador confirmou que nenhum dos oito candidatos presidenciais conseguiu evitar uma segunda volta nas eleições de domingo.

Está então agendada uma nova votação no dia dois de abril entre Lenin Moreno e Guillermo Lasso, os mais votados.

A Lenin Moreno faltou-lhe 0,7% dos votos para conseguir a eleição, pois a lei estabelece que um candidato pode triunfar se conseguir 40% com uma diferença de dez pontos percentuais em relação ao segundo mais votado.