Última hora

Em leitura:

EUA e México cada vez mais separados pelo "muro de Trump"


EUA

EUA e México cada vez mais separados pelo "muro de Trump"

O muro anti-imigração de Donald Trump inflama uma guerra de palavras entre os Estados Unidos e o México.

O presidente norte-americano prometeu ontem iniciar o contestado projeto “muito em breve”, voltando a garantir que o país vizinho vai financiar a construção.

A administração Trump explora a possibilidade de criar novas taxas alfandegárias ou rever os fundos de cooperação bilateral em segurança, para financiar o projeto.

O responsável da diplomacia mexicana, Luis Videgaray, ameaçou retaliar a todas as novas taxas alfândegárias impostas por Washington.

“É natural que o governo mexicano precise de reagir e a nossa resposta não passará por impor uma nova taxa sobre todas as importações dos EUA pois isso deverá afetar os consumidores mexicanos, iríamos abalar o quotidiano de todos os mexicanos. Vamos tentar agir de forma seletiva”.

O tema tinha já abalado a visita dos novos Secretários da Defesa e do Interior dos EUA ao México, na quinta-feira.

As autoridades fronteiriças norte-americanas anunciaram que vão abrir o concurso público para a construção do muro a 6 de março.

O projeto, orçado em mais de 21 mil milhões de dólares, deverá permitir a construção de dois novos troços de 41Km e 243Km de extensão.

Washington aumentou a revolta dos mexicanos, na quinta-feira, ao anunciar igualmente que pretende repatriar para o México todos os clandestinos que cruzem a fronteira, independentemente da sua nacionalidade.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

França

Noite emocionante para os vencedores dos Prémios César em Paris